Publicações mais recentes

Estar bem posicionado nos mecanismos de busca é um dos passos para levar sua empresa ao sucesso financeiro. Entenda como investir em SEO e em SEM; e a diferença dessas siglas do marketing digital.

No vocabulário do marketing digital há inúmeras expressões que são usadas, mas que nem sempre ficam claras para o profissional (ao menos em um primeiro momento).

Algumas delas, inclusive, são abreviações de longas expressões e hoje destacamos duas: SEM e SEO.

Antes de qualquer coisa, o que é preciso entender é que ambas tem o mesmo objetivo:aumentar a visibilidade das buscas em um site.

Isso tem a ver com as estratégias do marketing digital, que podem levar alavancar o sucesso de qualquer negócio.

Vamos colocar os pingos nos is!

SEO é a abreviação de Search Engine Optimization e tem referência com técnicas usadas para melhorar o posicionamento natural da empresa.

De modo geral, ele tem a ver com as atividades realizadas por ela que devem ser incluídas nos motores de buscas.

Essa otimização é importante e deve acontecer com o conteúdo da web, a criação de links, velocidade de carregamento e outras práticas que aumentam a popularidade.

A dica é observar que cada uma das técnicas de SEO tem suas vantagens (e também desvantagens).

E o que é SEO então? É basicamente a ação de você otimizar os seus buscadores, do seu site, canal do Youtube ou outros meios para buscadores.

Atenção: há vários buscadores além do Google, como o Bing, o Yahoo, o Youtube, o Facebook, o Pinterest. Todas a plataformas que tem uma base de usuários muito grande acabam se tornando um buscador também!

SEM é o nome curto de Search Engine Marketing e se refere as técnicas implementadas como parte de uma campanha de marketing na web para melhorar o ranking de um site nos motores de busca, também!

A diferença é que ele engloba justamente o SEO (que é um tráfego livre e natura) e o SEO Pago (chamados também de links patrocinados).

Falando bem resumidamente, é como se para conseguir um bom tráfego orgânico, fosse preferível usar as ferramentas de SEO. Já para links pagos, recomendam-se os links patrocinados, como o Google Adwords.

A diferença geral, para facilitar a compreensão, é que o SEM é uma área geral do marketing digital e o SEO é uma ferramenta dentro dessa área.

É por isso que falamos que essas expressões visam um mesmo fim, já que são complementares e não alternativas.

Elas formam uma estratégia de marketing digital muito eficiente: com a soma dos links patrocinados e a otimização dos sites.

Isso é vantajoso do ponto de vista financeiro porque faz com que qualquer empresa consiga destaque e crescimento no mercado em que atua.

O SEO e as palavras-chaves
Esta parte do artigo será mais voltada para o SEO. E também vamos falar de conteúdo.
Independente do que você esteja vendendo, vai precisar criar conteúdo de qualidade.

Você tem que se relacionar muito bem com o seu cliente e os futuros clientes.

A questão é exatamente essa: como conseguir trazer qualidade além das técnicas SEO?

Isso não é tão fácil assim... Só que também não é nada impossível.

O desafio de todo jornalista, escritor, profissional do marketing é conseguir justamente encontrar o equilíbrio entre esses dois pontos: qualidade e SEO.

Para conseguir esse êxito, o primeiro ponto a ser pensado é exatamente sobre as várias formas de posicionar o seu material.

Estamos produzindo este texto de forma sintética e objetivo, portanto, não vamos poder listar todas essas variáveis, mas consideramos algumas!

Antes de tudo, defina a sua palavra-chave. Isso é essencial para conseguir bons resultados orgânicos. Afinal, estamos trabalhando com SEO, ok?

A partir desse pressuposto é preciso considerar alguns pontos: a palavra-chave tem que estar no título do seu texto e também na URL (que é o link do seu material).

Outra dica: os intertítulos precisam ter a expressão principal do artigo e ela deve ser repetida durante o texto, mas nada exagerado.

Até mesmo a imagem deve ter a palavra-chave no nome do arquivo.

O importante é considerar que existem várias formas de otimizar um site através do conteúdo, mas tudo gira em torno da palavra-chave. Nesse caso, palavra-chave e SEO nunca devem ficar separadas, está bem?

E quando você encontra uma palavra chave que funciona para o seu negócio, pode ter certeza que ali há uma oportunidade para você ganhar muito dinheiro.

O caso Leroy Merlin
Antes de terminar este tópico, podemos até mesmo citar um caso de sucesso que foi divulgado na internet nos últimos dias.

Diego Lemos é supervisor de marketing da Leroy Merlin e contou em uma conferência de e-commerce como conseguiu trazer para a realidade da empresa a importância do SEO – mais de 55% das vendas da companhia vieram do tráfego orgânico.

O resultado é que hoje a Leroy tem mais de 10 milhões de visitas e 6 milhões de visitantes únicos, ou seja, quase metade deles são novos visitantes.

“A nossa estratégia foi propagar o SEO na empresa. Aproximei-me das áreas e expliquei para as pessoas como elas podiam ajudar a vender mais”, ele comentou ao citar expressões como SEO, SEMRush e Google Analytics.

Curiosidade – SEO On Page e SEO Off Page
Esse final de artigo é apenas para aqueles curiosos que já ouviram falar em On Page e Off Page quando o assunto é SEO, mas que não sabem exatamente o que isso significa.

Na prática, é muito fácil entender: SEO On Page tem a ver com os ajustes que podem ser feitos em um site a fim de garantir o melhor posicionamento nas buscas orgânicas.

Esse tipo de otimização nada mais é do que a programação do site de maneira geral (formatação, tempo de carregamento, design, etc).

Por outro lado, o SEO Off Page tem a ver com as atividades que são feitas fora do site.

Por exemplo, podemos destacar aqui os
  • link buildings (busca por links de outras páginas recomendando seu site), 
  • co-marketing (relacionamento com outros sites), 
  • guest post (escrever conteúdos para outros sites como recomendação do conteúdo).
Viu como é fácil compreender as abreviações, códigos e nomenclaturas?

No marketing digital quase tudo faz sentido se você consegue definir o termo. SEO e SEM, portanto, são importantes e agora você não vai mais confundir:

Basta lembrar que SEO é o mecanismo orgânico enquanto SEM é o marketing em geral.

O primeiro é um conjunto de técnicas e o outro uma área, muito mais ampla. Ambos são importantes, considere-os!

FONTE: administradores

Os sites que não são adequados para serem lidos em smartphones perderão espaço no resultado das buscas em smartphones.

O Google alterou o seu algoritmo para os resultados de buscas em dispositivos móveis. Assim sendo, em breve, os sites desenvolvidos a partir dos princípios “mobile-first”, ou seja, amigáveis para dispositivos móveis, serão priorizados nas pesquisas feitas em celulares.

Deste modo, os sites que não são adequados para serem lidos em smartphones perderão espaço no resultado das buscas em smartphones.

Conforme o próprio Google, a equipe de pesquisa está passando por sites para ver quais estão prontos para a “indexação mcbile-first”. O termo em questão é usado para o novo método do Google para priorizar o conteúdo móvel e assim posicionar os sites em resultados de pesquisa móvel.

“Atualmente nossos sistemas de rastreamento, indexação e classificação geralmente examinam a versão desktop do conteúdo de uma página, o que pode causar problemas para pesquisadores móveis quando essa versão é muito diferente da versão móvel. A indexação mobile-first significa que usaremos a versão móvel do conteúdo para indexação e classificação, para melhor ajudar nossos usuários, principalmente móveis, a encontrar o que estão procurando”, disse o Google.

Vale mencionar que o Google, no final de outubro, revelou outra mudança em seu motor de buscas, deixando com que a escolha dos primeiros resultados em serviço do país em questão não seja indicado pelo domínio, mas sim pela localização do usuário.

FONTE: oficinadanet

Já faz um ano que a Google começou a experimentar novas maneiras de indexar as páginas na web, principalmente porque boa parte dos usuários atualmente utiliza plataformas móveis. Passado o período de testes, a companhia confirmou a priorização de sites responsivos em prol de melhores buscas em ambiente mobile e criou uma lista de recomendações para ajudar os donos de sites a entender melhor todo o processo.

A partir de agora, os webmasters verão um aumento significativo no rastreamento pelo GoogleBot de smartphones. Os trechos dos resultados, assim como o conteúdo nas páginas de cache da Google, serão da versão móvel das. Os endereços que utilizam o design adaptável e implementam corretamente o serviço dinâmico — e isso inclui todo o conteúdo e a marcação da área de trabalho — não precisam fazer nada para estar naturalmente entre os resultados.

A gigante de Mountain View formulou um pequeno manual para ajudar as pessoas a colocarem suas URLs no mapa. Seguem as dicas:

  • Verifique se a versão móvel do site também possui o conteúdo importante e de alta qualidade. Isso inclui texto, imagens e vídeos, nos formatos indexáveis e rastreáveis
  • Os dados estruturados são importantes para a indexação e recursos de pesquisa. Assegure-se de que as URLs estejam também atualizadas para a versão móvel
  • Os metadados fornecem dicas sobre o conteúdo de uma página, para indexação e exibição. Certifique-se de que os títulos e os metadados estejam equivalentes em ambas as versões de todas as páginas
  • Não são necessárias alterações para interligação com URLs móveis separadas (sites m.-dot). Para páginas que usam URLs móveis separados, mantenha o link existente rel = canônico e ligue com os elementos alternativos dessas versões rel = alternate
  • Verifique os links da hreflang em URLs móveis separados. Ao usar os elementos link rel = hreflang para internacionalização, construa a conexão entre URLs móveis e de desktop separadamente. O hreflang de seus URLs móveis deve apontar para as versões de idioma/região em outras URLs móveis e, de forma semelhante, conectar a área de trabalho com URLs de desktop usando lá o hreflang com elementos do link
  • Certifique-se de que os servidores que hospedam o site tenham capacidade suficiente para lidar com a taxa de rastreamento potencialmente aumentada. Isso não afeta os endereços que usam design web responsivo e atendimento dinâmico, apenas aqueles em que a versão móvel está em um host separado, como m.example.com
FONTE: tecmundo

Já reparou como os sites estão cada vez mais rápido e adaptáveis para todos os dispositivos, principalmente nos móveis?

Se você abre um site no seu tablet ele tem uma adaptação própria diferente de quando você acessa o mesmo site em um smartphone. Isso significa uma coisa: o uso de internet móvel disparou e já está consolidada. Os costumes mudaram e as buscas no Google já deixaram de ser exclusivas dos computadores e invadiram todos os aparelhos móveis, aliás, pior que isso: se o site não é responsivo ele simplesmente não aparece em buscas móveis.

E se os internautas – incluindo principalmente os consumidores – estão entrando cada vez mais em seus aparelhos com o chamado mobile-friendly, para as empresas é impensável não ter um site responsivo.  A possibilidade de fechar grandes negócios e angariar clientes desta maneira são infinitas. É aí que entram os layouts responsivos para sites.

O fato do uso destes dispositivos estarem aumentando cada vez mais, já é mais do que suficiente para uma empresa pensar em um site que não fica quebrado, pesado, os botões de link pequenos, e formulários que não se consegue preencher na hora de acessar em um celular – independente de qual seja este equipamento:

No ano passado mais da metade das pesquisas no Google aconteceram em algum dispositivo móvel. É alguém no ônibus acessando um site de vendas ou em casa entrando via Facebook um anúncio patrocinado que chega no seu site.

Já imaginou ele entrando e não conseguindo saber nada sobre seu negócio, sua empresa ou nem conseguir comprar nada? E se o site não abrir corretamente?”

Sua empresa mais fácil de ser encontrada em qualquer lugar e a qualquer momento!

Mais do que cuidar da estética, os mecanismos de buscas agradecem este formato de site.  Os designs responsivos para mobile são os preferidos dos mecanismos de busca, como o Google, pois uma única URL facilita a busca e evita confusões na hora de rastrear o seu site:

Para os mecanismos de SEO (termo que designa Search engine optimization, em resumo é o modo como os mecanismos de busca classificam o site) na página, o layout responsivo é uma mão na roda. O desempenho das buscas são melhores além de ser mais fácil a manutenção geral. Fazer um modelo de página para cada plataforma é algo ultrapassado e que gera mais custos e possibilidades de problemas. Não há motivo para dificultar a busca do seu site.

Buscas via mobile estão maiores

Outra grande vantagem do design responsivo é que as palavras-chaves não se perdem quando há uma busca por mobiles e como o número de acessos por esta  via já está em mais de 85%, é preciso ter o site preparado para este público.

Se eu buscar em um computador ‘Manutenção de Ar Condicionado RJ’ encontrarei certos resultados. Se eu repetir esta mesma pesquisa em um mobile é possível que eu encontre sites diferentes. Isso acontece quando os sites não são responsivos, pois as palavras-chaves da versão para desktop não se aplicam nas versões mobiles. Com o responsivo isso não acontece, pois ele se adapta a qualquer tamanho de tela e dispositivo.

Responsivo hoje e para o futuro

Como já foi dito, outra grande vantagem do layout responsivo é a adaptação do modelo projetado para qualquer tamanho de tela independente de onde a sua página está sendo acessada. Pensando também no futuro esta funcionalidade é o ponto chave para novas tecnologias:  Hoje temos TVs, os óculos, novos aparelhos com formatos diferentes e até relógios conectados. Um site responsivo vai se adaptar sem a necessidade de fazer – ou refazer – um layout específico. Um site responsivo hoje vai atender qualquer plataforma, isso é fato.

SOBRE A LD SITES
Somos uma empresa especializada na criação de sites responsivos, logomarcas profissionais, programação visual e marketing digital.

Como nas melhores empresas de design da web, temos excelente conceito e referências no desenvolvimento e design profissional, design para web, desenvolvimentos web, websites, serviços de design de logotipos profissionais de qualidade, serviços SEO.

Tecnologicamente a LD SITES pretende ser a empresa Top em web design, estar sempre entre as melhores e principais, não só no Brasil, mas também globalmente.

Por tudo isto podemos afirmar:
" Você está lo lugar certo!"

PROCURANDO SERVIÇOS DIGITAIS EXCLUSIVOS?
A LD Sites, uma empresa especializada na criação de sites e logomarcas profissionais, programação visual e marketing digital, como nas melhores empresas de design da web, tem excelente conceito e referências no desenvolvimento e design profissional, design para web, desenvolvimentos web, websites, serviços de design de logotipos profissionais de qualidade, serviços SEO.
Tecnologicamente a LD Sites pretende ser a empresa Top em web design, estar sempre entre as melhores e principais, não só no Brasil, mas também globalmente.
Por tudo isto podemos afirmar:
" Você está lo lugar certo!" - - - FALE CONOSCO
---------------------------------------------------------------------------
Provavelmente você já ouviu o termo SEO mas, para os não familiarizados, SEO significa literalmente Search Engine Optimization - jargão técnico para um conjunto de métodos utilizados para aumentar a classificação do seu site nos resultados de pesquisa do Google.

Mas, por que você deveria se importar? Bem, de acordo com este artigo, publicado pelos gurus de SEO no site MOZ, juntas, as 3 primeiras posições nos resultados da busca do Google definem cerca de 55% dos cliques orgânicos, com o número 1 recebendo mais de 30%.

Pense nisso, mais de um terço dos visitantes clicam no primeiro resultado que vêem. Naturalmente, todo mundo quer ser o número um, por isso descrevemos abaixo 5 passos que você pode seguir para aumentar a posição do seu site.

Faça um balanço

A primeira etapa é certificar-se que seu site satisfaz os critérios mais básicos de SEO. São coisas frequentemente esquecidas quando o novo conteúdo é carregado, mas que desempenham um papel crítico para uma melhor classificação do seu site. Por exemplo:
  • Meta Title Tags: Certifique-se de ter definido um meta título para cada página. Eles são muito importantes, pois contribuem com palavras-chave e serão exibidos nos resultados de pesquisa do Google.
  • Meta Description Tags: Certifique-se de ter uma descrição em cada página. Elas não têm o valor de uma palavra-chave, mas são importantes já que aparecem abaixo do título da página web no Google.
  • Cabeçalhos da página: Certifique-se de ter títulos em cada uma das páginas do seu site. Estes são tipicamente cabeçalhos, sub-cabeçalhos e títulos de páginas (ou seja, o título do seu projeto).
Publique frequentemente

O Google recompensa sites que se mantêm atualizados e freqüentemente postam conteúdo novo. Agora, isso não significa que você deve apenas postar por postar, como na maioria das coisas, a qualidade supera a quantidade. No entanto, consistentemente, atualizar seu site é muito melhor do que mega atualizações uma ou duas vezes por ano. Isto ajudará não apenas sua classificação, mas também fará com que seu site pareça vivo e ofereça uma experiência mais cativante para seus visitantes.
  • Atualize os Projetos: Desenvolver uma estratégia de conteúdo que envolve a adição de novos projetos periodicamente, definir prazos e cumpri-los.
  • Mantenha o Blog Atualizado: Definir um objetivo, se você tem um blog ou seção de notícias, eles merecem um ou dois posts por mês.
Inclua palavras-chave

As palavras-chave ajudam o Google a determinar a relevância do seu conteúdo para um determinado termo de pesquisa. Por exemplo, se você é um arquiteto de residências e suas descrições de projeto incluem palavras como "residência", "casa", "unifamiliar" e assim por diante, você provavelmente terá uma relevância maior nestes termos de pesquisa do que em outros, como "museu" ou "biblioteca".
  • Misture-os: Espalhe 4-5 palavras-chave ou frases em suas descrições de projeto e da cópia do site, certificando-se de que elas enfatizam sua experiência ou atendam sua clientela.
  • Use-as em uma Frase: Mantenha as palavras-chave contextualizadas, usando-as em frases e repita o mesmo conceito usando palavras diferentes.
  • Mantenha-se Regional: Além disso, não se esqueça de incluir os locais do projeto (cidade, região, país), pois estes podem ajudar a aumentar a sua classificação nas pesquisas geográficas específicas.
Faça backlinks

Backlinks são quando outro site coloca um link para o seu site. Aqui, novamente, qualidade é melhor do que quantidade. O Google determina a classificação de um site, em parte, por quantas vezes ele é referenciado por outros. Essencialmente, qualidade por associação. Enquanto isso acontece organicamente, há uma série de maneiras para você gerar novos links por conta própria.
  • Perfis Sociais: Crie perfis em sites como Facebook, Twitter, ou Instagram para promover e compartilhar seu trabalho.
  • Perfis de Arquitetura: Verifique se a URL do seu site está atualizada em seu perfil em sites como ArchDaily e outros.
  • Prêmios de Arquitetura: Sempre que você receber um prêmio, certifique-se de que o órgão responsável adicione um link para sua página inicial ou página do projeto em seu site.
  • Submissões do Blog: Envie seu trabalho para sites lifestyle ou blogs de design e não se esqueça de incluir um link para seu site no corpo do texto.
Utilize ferramentas de medição

Há várias ferramentas gratuitas e/ou pagos para acompanhar e gerenciar seu progresso SEO. Recomendamos duas grátis abaixo que você pode começar a usar hoje. Observe que, para ambas, você precisará de uma Conta do Google.
  • Analytics: Google Analytics. Acompanhe quantos visitantes o seu site recebe, o que eles olham e de onde eles vêm.
  • Keywords: Google Webmaster Tools. Veja quais palavras-chave seu site classifica e onde, nos resultados do Google, você aparece.
FONTE: Arch Daily

PROCURANDO SERVIÇOS DIGITAIS EXCLUSIVOS?
A LD Sites, uma empresa especializada na criação de sites e logomarcas profissionais, programação visual e marketing digital, como nas melhores empresas de design da web, tem excelente conceito e referências no desenvolvimento e design profissional, design para web, desenvolvimentos web, websites, serviços de design de logotipos profissionais de qualidade, serviços SEO.
Tecnologicamente a LD Sites pretende ser a empresa Top em web design, estar sempre entre as melhores e principais, não só no Brasil, mas também globalmente.
Por tudo isto podemos afirmar:
" Você está lo lugar certo!" --- Fale conosco
-------------------------
Com o crescimento do uso de dispositivos móveis, como, por exemplo, tablets e smartphones, boa parte dos usuários acessa a internet em telas de tamanho variado. Por isso, é necessário planejar sites que sejam adaptáveis para os diferentes tipos de aparelhos, mostrando o conteúdo de modo adequado em telas touchscreen, assim como em computadores. Dessa forma, os visitantes podem ter uma experiência de navegação mais agradável, independentemente do aparelho utilizado. Confira abaixo alguns pontos que mostram a importância de ter um site com design responsivo.

1 – Maior demanda mobile

Nos Estados Unidos, mais de 58% dos americanos adultos possuem um smartphone. Como resultado, cerca de 60% dos acessos em sites têm como origem dispositivos móveis. Outro dado que comprova esse fato é que há mais dispositivos móveis do que pessoas no Brasil! Esse número só aumenta, o que significa que os potenciais clientes e antigos consumidores visualizam seu site usando este tipo de aparelho. Se a navegação não for satisfatória, provavelmente eles abandonam a página, fazem uma pesquisa na web e chegam ao site de seu concorrente.

2 – Crescente número de compras pelo celular

É muito mais fácil comprar online do que perder tempo indo até a loja e gastar tempo. Esse hábito cresceu entre os consumidores e chegou aos smartphones. Fato é que 70% dos compradores usam celulares, portanto, se os seus produtos e serviços não estiverem acessíveis a esse público, você pode estar perdendo ótimas oportunidades de negócio.

3 – Mídias sociais aumentam as visitas mobile

Mais de 55% dos acessos nas redes sociais ocorre em dispositivos móveis. Portanto, o compartilhamento de links do YouTube, Facebook e Twitter direcionando para seu site pode aumentar o tráfego vindo de aparelhos mobile. Se você tem uma estratégia de marketing nas redes sociais e deseja aumentar o engajamento dos visitantes, opte por um site responsivo.

4 – Sites responsivos têm melhores colocações no Google

O buscador dá preferência para sites com design mobile no ranking, afinal eles proporcionam uma experiência satisfatória aos visitantes, em comparação a sites não responsivos. Além disso, o Google prefere sites que mantenham o mesmo URL para qualquer tipo de aparelho, em vez de privilegiar aqueles que possuem um endereço diferente na versão móvel. Caso você tenha uma excelente posição na busca feita a partir de computadores, saiba que o mesmo pode não ocorrer na pesquisa mobile.

5 – Design responsivo se adapta a múltiplos dispositivos

Quer que o design das páginas pareça profissional, em qualquer tipo de tela? Então crie um site responsivo profissional com a LD SITES. Com plataforma profissional é ideal para projetos de empresas, prestadores de serviços e negócios em geral. Também há modelos para blogs e outros temas. O layout responsivo tem a vantagem de mostrar uma aparência perfeita, tanto em monitores quanto em telas touchscreen.

6 – É mais fácil administrar um único site e aumentar a ROI

Hoje em dia, muitas empresas possuem dois sites: uma página geral, para acesso desktop, e outra versão mobile. Essa prática era muito comum antes do desenvolvimento da tecnologia responsiva, mas hoje em dia não é uma opção viável.

Optando pelo design responsivo, que se adapta às telas dos dispositivos móveis, seu negócio terá apenas um endereço para ser administrado, reduzindo o tempo gasto em atualizações. Isso contribui também para a análise do fluxo de visitantes e ROI, o chamado retorno sobre investimento.

FONTE: TecheNet

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.